sábado, 14 de janeiro de 2012

Meninas, cheguei...

Ufaaaa! Hoje consegui percorrer 6 km e 560 mts em 1h e 10 min. Dia está maravilhoso, o sol resolveu aparecer. Deus ouviu as minhas preces e consegui fazer minha caminhada.

Como prometi, vou contar para vcs o que acontceu comigo em dezembro/2011. Assim que terminou minhas aulas eu comecei a ficar mais em casa e  no dia 19 eu peguei umas férias do trabalho. Vou ser sincera com vcs que a gravidez da minha vizinha mexeu demais comigo (quem não leu sobre o primeiro post segue: Bola pra frente... ) e no meio do mês de dezembro ela deu a luz. Vcs não sabem como foi torturante pra mim, pois, a criança chorava todos os dias das 03:00 às 04:00 da manhã e tanto a mãe quanto o pai nem sequer levantavam para acudir, trocar ou dar mamadeira. Teve uma vez que o pai levantou, foi ao banheiro e voltou a dormir. Como nosso apartamento (apertamento rsss) é pequeno conseguimos ouvir tudo que se passa no apto à cima, então imagina vcs que cada choro do neném era como um despertador natural e eu não conseguia dormir. Eu ia pra sala e começava a chorar junto, pq ficava imaginando como o bebê estaria, o que ele precisava, pedia muito a Deus para acalmar meu coração (para mim é assim: um filho precisando de uma mãe e do outro lado uma mãe querendo o seu filho). Entrei em uma profunda tristeza ainda mais quando descobri que o bebê era uma menininha (vi as roupas no varal). Vcs vão me chamar de louca, mas eu cheguei a cheirar a um tip top dela e me derramei de chorar, pelas minhas contas a vizinha engravidou no mesmo mês em que eu tive o aborto, então isso pesou muito, muito mesmo. Entrei numa deprê profunda. Passei exatos 20 dias em casa da cama para a cozinha, da cozinha para a cama de novo, da cama para o banheiro, do banheiro para a cama... Que desperdício de tempo. E quando minha M desceu em 5 de janeiro eu decidi que deveria reagir, que seu eu quero o meu Bebê (e eu tudo que eu mais quero na minha vida) eu deveria fazer alguma coisa e aqui estou eu, andando igual uma louca, me privando das coisas que eu mais gostava de comer (eu gosto ainda mais meu estômago não pode saber rssss) para perder peso, voltar ao meu peso ideal (um dia eu conto, hj não pq estou no começo e ainda tenho vergonha de compartilhar) e viver minha vida da melhor maneira possível enquanto meu / minha filho(a) não chega para me encantar ainda mais.
Inicialmente quando optei fazer esse blog era para compartilhar essa batalha de tentante com vcs já que estamos todas no mesmo barco, mas hoje pra mim é mais que uma simples rede social, pra mim é um incentivo diário para continuar cada dia mais em busca do meu sonho. Se eu tiver que correr uma maratona inteira para alcançar meu objetivo, eu vou. Se eu tiver que fazer qualquer tipo de sacrifício eu farei pq no final valerá a pena, eu tenho certeza em nome de Jesus Cristo e do Senhor Deus, pois somos filhas Dele e não seremos desamparadas. Se eu terei que passar por mais eu passarei!
Só para terminar sobre a minha vizinha, desde o começo do ano eu não ouço mais chorinho de neném. Com certeza a cachorra já deixou a menina com a mãe dela como fez com o outro filho que por sinal nunca mais vi (a mãe dela mora aqui no prédio então eu via o menino). Nesse caso infelizmente a cegonha errou o andar (hei, dona cegonha eu moro no térreo, é aqui ó...) então mais uma vez bola pra frente e seguiremos à nossa vitória.

Bjos para vcs!

Simone

9 comentários:

  1. Gostei do recado a dona cegonha..rss

    É complicado porque sempre passamos por situações como essa..creio que é pra testar a nossa paciência..

    Já sofri com isso..tenho várias amigas que não queriam e engravidaram..vou mandar o recado pra cegonha tbm.

    Seu nome já tá na lista, pode copiar o selinho do grupo se quiser.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá Sil!
    Eu tb resolvi começar com meu blog pra partilhar as experiencias dessa minha nova fase de tentante, mas sei que vai muito alem disso, grandes amizades nascem a partir desse contato virtual.
    Não desista viu, faça sua parte que Deus se encarrega do resto, apenas não perca a fé que logo logo a cegonha vai bater na sua porta.
    Fica com Deus
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Fez muito bem em reagi, a ativ fisica é bom para eliminar peso, mas tb aliviar o stress e pressão q todas nós tentantes passamos, tanto a pressão externa qto a q nós mesmas provocamos.
    Nada de desânimo, vamos á luta!!!

    bjos,

    ResponderExcluir
  4. As vezes situações como esta, da tua vizinha, são tão desestimulantes. Mas cabe a nós seguir em frente, não deixar a peteca cair e correr sempre atrás dos nossos sonhos.
    Comecei a ler teu blog e conhecer um pouquinho da tua história, espero que tu também consiga, em breve, o positivo.

    Bjão

    ResponderExcluir
  5. Se fosse eu ficaria com muito odio dessa mulher e com certeza dava um jeito de ir no ap dela saber porque esse bebe chora tanto. Doe ver isso, ouvir o chorinho de um bebê e não poder fazer nada.
    Amiga vc vai conseguir ter o seu bebê...nós vamos conseguir.


    Beijs

    ResponderExcluir
  6. Simone,

    Eu sei exatamente o que passou, tb passei com isso com a minha vizinha do apartamento engravidamos juntas, só que perdi, e ela não!
    Então eu via o bebezinho dela, como se visse o meu como estaria....
    Foi barra, barra mesmo!
    Mas com GRaça de DEUS, conseguir comprar uma casa e mudei do apartamento.
    Nossa sei o seu sofrimento porque passei pelo mesmo!
    estou te seguindo!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Oi amiga!!

    è isso aisempre em frente. Tbem to nessa de emagrecer e chegar ao peso ideal para sermos mães lindas!

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Sil.....to por aqui....rsrs tô na area!!!


    Saudades lindona!

    Bjokinhas

    ResponderExcluir
  9. Pensei que era só eu que entristecia quando recebia notícias de gravidez...
    Bom saber que não estou só... sou tentante há 1 ano e 3 meses...

    ResponderExcluir

Fico feliz pelo seu carinho!
Beijos, Simone.

Voltar ao início!

Melhores amigas virtuais!